O avicultor Nilton Camargo da Silva, da Linha Hobold, em Francisco Beltrão, teve um prejuízo grande na última sexta-feira, dia 1º de fevereiro, porque faltou luz num dos aviários de sua propriedade e morreram aproximadamente 15 mil frangos. Avicultor há 17 anos, ele mantém dois aviários integrados ao frigorífico da Coasul, de São João.

Ele relatou ao Jornal de Beltrão que telefonou pela primeira vez para a Copel sexta-feira às 13h09 e informou que o fornecimento de energia tinha sido interrompido num dos aviários. Ele pediu providências à empresa e a informação recebida foi de que uma equipe da Copel seria mandada à propriedade para solucionar o problema.

Depois de 40 minutos, Nilton telefonou de novo para a empresa. Às 14h50 os frangos começaram a morrer, devido ao calor e abafamento.

Porém, a equipe da empresa estatal chegou às 19h no sítio e o fornecimento de energia voltou. Mas às 21h30 faltou novamente luz e o fornecimento só foi restabelecido às 11h30 de sábado, 2.
Por causa do calor e abafamento no aviário morreram 15 mil frangos, com uma média de 3,5 quilos e com 41 dias. A previsão de entrega do lote à Coasul estava prevista para hoje. Conforme Nilton, o segundo aviário não foi afetado pela falta de energia. Ele estima que teve um prejuízo de R$ 15 mil com este lote e de R$ 80 mil para a Coasul.



Retirada das aves

Para retirar as aves mortas do aviário e outros serviços, ele contou com a ajuda dos vizinhos. Ajudaram no serviço Adelino Casagrande, seu filho Carlinhos, além de Amilton e Rafael. As perdas foram calculadas em 42 toneladas.A retirada dos frangos de dentro do aviário começou às 9h da manhã de sábado. As aves eram retiradas com uma carretinha.


Os moradores abriram um buraco onde as aves mortas foram jogadas, depois colocaram uma lona e jogaram terra para cobrir o local.

O produtor contou que ficou muito preocupado com a queda no fornecimento de luz, porque os frangos começaram a agonizar e morrer. Nilton mora há 54 anos na Linha Hobold é casado com dona Lourdes Mazzochin e o casal tem quatro filhos.

Ele vai entrar com ação na Justiça para solicitar o ressarcimento dos danos.

O JdeB procurou informação com o departamento de fomento da Coasul, em São João, e foi informado que outro caso de queda de luz aconteceu com integrado de Salto do Lontra. Os prejuízos do integrado foram parciais.

Atualmente, quase 70% dos avicultores integrados da Coasul já têm geradores para auxiliar os aviários no caso de queda no fornecimento de luz.

O outro lado
A assessoria de comunicação da Copel foi contatada pela reportagem e ficou de dar uma resposta sobre este caso.


FONTE JORNAL DE BELTRÃO

0 comentários:

Postar um comentário

Previsão do tempo

Nossos Parceiros

Estamos no Facebook

Nossos Parceiros