A equipe policial foi informada que na Rua Diogo Antonio Feijó, Bairro São Genero, havia uma mulher sendo agredida pelo seu marido. Foi deslocado ao local onde foi entrado em contato com a vítima a qual relatou que havia discutido com seu marido devido ao mesmo pensar estar sendo traído. Perguntado se o mesmo havia lhe agredido, respondeu que não e que durante a discussão apenas havia lhe ameaçado de morte dizendo “eu vou te matar” relatou ainda que quer uma medida protetiva contra o autor. Durante a conversa não foi constatado sinais de agressão ou machucados nas partes visíveis do corpo da vítima, sendo assim tendo em vista que a vítima não quis representar contra o autor a mesma foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis, quanto ao agressor o mesmo foi advertido o qual por livre vontade se ausentou da residência para evitar novos confrontos. Para os fins é o relato.

SEGUNDO CASO

A equipe policial foi acionada por um morador do Lagoão o qual relatou que teria sido ameaçado com uma faca por uma vizinha. Relatou o noticiante que tem um desavença com um casal de vizinhos e que na data de hoje por volta 19h40 foi até a residência do casal para conversar a respeito da intriga que envolve ambos segundo o noticiante um dos motivos seria que o masculino acusado costumeiramente ouve som excessivamente alto próximo a sua casa perturbando o seu sossego. Relata que enquanto conversava calmamente com o masculino sua esposa saiu do interior da casa de posse de uma faca e ameaçou lhe cortar com a referida faca, sendo impedida pelo seu marido, que diante da ameaça embarcou em seu veículo Fiat/Uno e que enquanto se afastava do local a mulher teria desferido uma pedrada no pára-brisas do carro tendo causado danos. Foi deslocado até a residência da feminina a qual confirmou ter pegado em uma faca pois segundo a sua versão foi o noticiante quem a teria ameaçado. De posse das informações as partes foram conduzidas até o pelotão de Policia Militar de Chopinzinho onde foi confeccionado o Boletim de Ocorrência e termo circunstanciado pelo crime de ameaça. Quanto ao Dano a acusada se comprometeu em pagar o estrago causado, sendo assim o Noticiante decidiu por não representar momentaneamente sendo orientado quanto ao prazo legal. Após a confecção do Termo Circunstanciado as partes foram orientadas e liberadas.

0 comentários:

Postar um comentário

Nossos Parceiros

Previsão do tempo

Estamos no Facebook

Nossos Parceiros